Dia Mundial Sem Tabaco: conheça iniciativas que ajudam a parar a fumar

Grupo de whatsapp da OMS, cartilha da Fundação do Câncer, podcast da Secretaria de Saúde do RJ e são alguns destaques da Agenda Positiva

O mundo tem mais de 1,3 bilhão de fumantes. Desses, cerca de 60% querem parar de fumar. Mas as incertezas geradas pela pandemia do novo coronavírus fizeram com que muitas pessoas aumentassem o consumo de tabaco durante o longo período de isolamento ou distanciamento social, como mostram pesquisas (veja aqui).

Para ajudar quem deseja parar de fumar nessa pandemia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou no dia 8 de dezembro de 2020 uma campanha mundial com duração de um ano, intitulada “Comprometa-se a parar de fumar durante a Covid-19”. A ação marca fortemente esse Dia Mundial Sem Tabaco (31 de maio), criado em 1987 pela OMS para alertar toda a população sobre as doenças relacionadas ao fumo.

“Fumar mata oito milhões de pessoas por ano, mas se as pessoas precisarem de mais motivação para largar o vício, a pandemia fornece o incentivo certo”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. Um canal exclusivo via WhatsApp (Quit Challenge) e a publicação “101 razões para parar de fumar” foram criados para dar início à campanha.

No Brasil, a ação é coordenada pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) – conheça a campanha Comprometa-se a parar de fumar durante a pandemia de Covid-19. Mas muitas outras iniciativas alertam para os riscos do tabagismo, especialmente em tempos de Covid. A AGENDA POSITIVA do ViDA & Ação selecionou algumas delas dentro do especial VIDA SEM FUMO, iniciado neste domingo (30/5). Confira e ajude a divulgar a quem precisa:

Fundação do Câncer lança Cartilha Prática para Parar de Fumar

Para orientar a população sobre os danos causados pela dependência ao tabagismo e mostrar onde buscar tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS) ou na rede privada, a Fundação do Câncer está lançando a Cartilha Prática para Parar de Fumar, uma forma de adesão à campanha da OMS.

De linguagem direta, clara e disponível on-line, a cartilha traz dicas para ajudar o fumante a deixar a dependência – que ainda afeta 9,8% da população brasileira -, a conter a ansiedade, esclarecimento dos males que a dependência química à nicotina traz e apresenta os benefícios que o indivíduo tem em sua saúde horas, dias e semanas após deixar o fumo.

O material propõe uma reflexão sobre aquilo que as pessoas têm consciência que é desagradável na dependência do cigarro e que pode estimular o abandono ao tabaco: o cheiro forte do fumo, o gosto na boca e o fato do produto causar diversas doenças que podem levar à morte.

A Cartilha Prática para Parar de Fumar pode ser acessada e baixada no site da Fundação do Câncer diretamente neste link. Há tratamento para o tabagismo gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS) e as informações podem ser obtidas através do 136. Existem opções de tratamento também na também na rede privada.

Novos produtos, velhos problemas

Uma campanha conjunta, lançada dia 26 de maio pela ACT Promoção da Saúde, a Associação Médica Brasileira e a Fundação do Câncer, também visa combater outra forma de tabagismo: os dispositivos eletrônicos para fumar (DEFs). A ação marca o Dia Mundial sem Tabaco, celebrado em 31 de maio.

Focada na mídia digital, as peças informativas da campanha buscam falar diretamente com os jovens, público-alvo da indústria tabageira que tem buscado novos consumidores com ‘uma roupagem atraente’, já que os novos cigarros eletrônicos assumem um ar tecnológico, se assemelhando a pen-drives. Suas fórmulas, com aromas diferenciados funcionam como atrativos.

Até o dia de hoje, a comercialização, a importação e a propaganda dos cigarros eletrônicos permanecem proibidas no Brasil. Mas a indústria do tabaco faz press&atil de;o para isso mudar, alegando que o e-cigarro funciona como auxílio àqueles que desejam parar de fumar e que são menos danosos”, alerta o médico diretor-executivo da Fundação do Câncer, Luiz Augusto Maltoni.

SES-RJ lança podcast ‘Tabagismo na Pandemia’

No Dia Mundial sem Tabaco, nesta segunda-feira (31), a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) lança o podcast “Tabagismo na Pandemia” para auxiliar e incentivar as pessoas que desejam largar o cigarro, ou ajudar alguém a parar de fumar.

O podcast conta com o pneumologista Ricardo Meirelles, com mais de 20 anos de experiência no combate ao tabagismo, do Instituto Estadual de Doenças do Tórax Ary Parreiras (IETAP), e o responsável pelo Programa Estadual Contra o Tabagismo, a Samir Feruti Sleiman.

Ouça o podcast com dicas e informações para parar de fumar ou ajudar alguém a largar o cigarro.

Com Assessorias

Por Favor, Compartilhe!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais