Exame detecta doenças típicas do envelhecimento

Diagnóstico é feito a partir da telomerase, um simples exame de sangue capaz de avaliar a diminuição dos telômeros, que são sequências repetidas de DNA. A partir dos 30 anos é bom realizar exames regularmente

Redação

Última pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE), em 2016, aponta que a expectativa de vida do brasileiro aumentou em mais de 30 anos desde 1940 – hoje vivemos, em média, até os 75,8 anos.

Este cenário mostra que, cada vez mais, a preocupação com o bem-estar e a saúde se torna primordial na busca de um envelhecimento saudável. Como estaremos daqui a 10, 20 ou 30 anos, ninguém sabe, mas assim como devemos poupar dinheiro, para ter um futuro tranquilo, também temos que cuidar da saúde desde já, para chegarmos bem lá na frente.

Realizado em clinicas de países da Europa e nos Estados Unidos, o exame da telomerase é usado para identificar e auxiliar na prevenção em doenças do envelhecimento, como artrite reumatoide, problemas cardiovasculares e resistência insulínica (pré-diabetes), que é o desequilíbrio entre a quantidade de insulina no organismo, podendo causar doenças como a diabetes.

O diagnóstico é feito a partir de um simples exame de sangue capaz de avaliar a diminuição dos telômeros, que são sequências repetidas de DNA localizadas nas extremidades de todos os cromossomos humanos, e que têm a função de impedir o desgaste do material genético.

Se o processo de encurtamento dos telômeros estiver mais rápido do que o normal – o que está diretamente ligado aos hábitos de vida de cada um – o envelhecimento do indivíduo poderá ser mais rápido e as chances de aparecimento de doenças aumentam.

Por isso, Julia Gouvea, médica do esporte e especialista em envelhecimento saudável, lembra que todos nós vamos envelhecer, mas para que não seja um processo doloroso e desconfortável, a preocupação com o estilo de vida deve começar bem cedo.

“Quem acha que ainda é bastante jovem para começar a pensar no futuro, pode estar cometendo um grande engano. A partir dos 30 anos, as chances de problemas cardiovasculares e hormonais, por exemplo, começam a aumentar. Por isso, fazer exames com regularidade, além de pequenos hábitos de alimentação e práticas de exercícios físicos são fundamentais para ter uma vida tranquila durante o envelhecimento”, afirma.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.