Meditação anti-estresse ganha até app: veja 12 razões para aderir ao Mindfulness

meditacao

Para tudo: agora é hora de meditar. Imagine poder entrar em seu mais pleno estado de consciência e relaxamento, em qualquer hora e lugar e aliviar, em instantes, o estresse da rotina pesada do dia a dia? Pois esta é a proposta de aplicativos como o Medita!, que permitem que os ouvintes pratiquem o Mindfulness, a meditação clássica budista, em casa, no carro, no parque, no escritório.

“Vivemos num mundo de velocidade, de correria, do tudo aqui e agora e tudo em nosso bolso. Vivemos uma vida “on” que também pede que saibamos parar, escutar, refletir e meditar sobre tudo que está acontecendo”, diz Bob Wollheim, especialista em empreendedorismo que aderiu ao Medita!,  o primeiro aplicativo de meditação desenvolvido no Brasil para iOS e Android.

“Os benefícios da meditação anti-estresse já são bem conhecidos e estudados há mais de dez anos. Afinal, a técnica de atenção plena e meditativa focada na respiração, diminui os níveis de cortisol (hormônio do estresse), sendo importante aliada para pacientes com hipertensão arterial, distúrbios do sono, dores e doenças crônicas”, destaca a terapeuta Mirna Grzich. Iniciada há 25 anos no budismo, com uma vasta experiência na prática da meditação, é ela quem dá voz às 130 meditações disponíveis no Medita!.

Mirna explica que Mindfulness vem do Vipassana, e é focado na respiração também conhecido como “atenção plena”, uma forma de meditação que pretende concentrar a atenção das pessoas no momento presente. Este estilo de meditação clássica budista tem ganhado cada vez mais espaço como eficiente método para controlar o estresse. A prática começou a ser pesquisada e utilizada em hospitais e centros de referência em todo o mundo, como em Harvard e no MIT (Massachusetts Institute of Technology). Além de ser utilizada pelos funcionários do Google americano, diariamente.

Estudos comprovam que a prática meditativa também pode contribuir com a redução de tratamentos médicos, assim como a necessidade de exames e intervenções cirúrgicas. Tanto que o Ministério da Saúde instituiu a meditação no Sistema Único de Saúde (SUS) desde janeiro último como terapia suplementar.  “O Medita! tem a dimensão de ‘conhecer a meditação’ que outros da categoria não têm. Apresenta tradições, orações, mantras e conteúdo próprio do legado da meditação, e em formato de meditação, que é mais interessante”, diz Mirna.

Mais sobre o app

Criado há um ano e já com 20 mil dowloads, o app Medita! integra com facilidade a tecnologia, voz, música, conteúdo de sabedoria e o autoconhecimento para o bem-estar do corpo e da mente.  De caráter inclusivo, rico e plural, o app contém meditações de todos os tipos de tradições e para todas as finalidades, tais como autoconhecimento, saúde, relaxamento, concentração, espiritualidade, entre outras – e o faz de maneira séria totalmente fundamentada nas práticas originais de meditação.

Entre os inúmeros títulos de cada meditação do Medita! estão: como administrar as mudanças da vida; meditação para saúde e longa vida; meditação para grávidas; como atravessar momentos de crise; como perceber a depressão; como curar as emoções, como dormir bem, entre outros. As meditações são separadas por oito temas: Mindfulness, Meditações Essenciais, Insights & Reflexões, Orações & Mantras, Meditações da Lua Cheia, o processo de autoconhecimento Quem é Você, Meditando com Tradições Espirituais e Relaxando & Meditando.

“Acima de tudo, Mirna Grzich, como uma renomada especialista em meditação, ensina da forma mais acessível e clara a arte milenar da meditação. Nunca li em nenhuma outra língua ou em qualquer livro descrições tão técnicas, lúcidas e criativas das meditações existentes em variadas tradições espirituais do mundo. Ela não só ensina a meditar. Mirna percebe, traduz e nos transmite o essencial, ou seja, aquele detalhe e minúcia de centenas de meditações, o que nunca é dito, ou contido por meras palavras”, relata Celio Nunes Leite, advogado e usuário do app. “Um app lindo, sensível e que fará do seu celular um lugar melhor, e da sua vida uma vida melhor. Um must have!”, define Bob.

De acordo com Mirna, o Medita! tem uma dimensão de “conhecer a meditação” que outros apps não têm, pois contém tradições, orações, mantras e conteúdo próprio do legado da meditação, e em formato de meditação, que é mais interessante.  “A facilidade e o preço acessível, a disponibilidade tanto para IOS quanto Android, e a vasta gama de opções para se conectar com o seu eu interior, são os grandes diferenciais do app”, ressalta.

Cada um dos temas oferece uma meditação gratuita e a assinatura mensal de 5,90 dólares no IOS e R$ 19,90 no Android e permite o acesso ao acervo completo e meditações inéditas que são acrescidas todos os meses. “”O Medita! continua crescendo e conquistando cada vez mais adeptos da meditação. Por isso, além do diferencial do idioma – fomos os primeiros em português – trabalhamos sempre em busca de novidades e uma delas será a criação de uma rede social para integração exclusiva entre os assinantes”, diz Mirna. O Medita! vai crescer e mudar, e está captando investimentos no mercado para isso. Seu similar em inglês, o famoso Headspace, já tem milhares de downloads”,  planeja.

Jornalista e terapeuta, referência em meditação no Brasil, Mirna Grzich criou o programa Música da Nova Era, em várias rádios brasileiras, escreveu Anjos, livro que vendeu 2 milhões de exemplares, editou a revista Meditação por 5 anos, e produziu centenas de CDs e coleções de meditação, que venderam mais de 100 mil cópias cada. É seguida por 600 mil pessoas no seu canal no YouTube. Seu trabalho é apreciado, seguido e reconhecido por milhares de pessoas em todo Brasil. Sua voz tem o dom de tornar a meditação um caminho natural e encantador.

 

Confira 12 razões para uma vida saudável com Mindfulness:

– Há cada vez mais métodos e escolas aparecendo, cursos, workshops, retiros. Mestres como Lama Padme Santem (Centro de Estudos Budistas Bodisatva), Sri Prem Baba (Awaken Love), Sri Sri Ravi Shankar (Arte de Viver) e Meditação Transcendental ajudam a expandir. O método é poderoso e parte importante dessas escolas espirituais de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.

2- Pesquisas científicas demonstram que a ciência e as universidades estão cada vez mais interessadas na prática e seus benefícios. Há estudos em Harvard e iniciativas em hospitais como Albert Einstein que mostram esse interesse e uso médico.

3 – A Universidade de Buckingham, na Inglaterra, introduziu em suas atividades, por exemplo, sessões de técnicas que promovem a consciência plena para estudantes e professores a fim de combater a procrastinação e estimulá-los a concluir suas tarefas. http://www.bbc.com/portuguese/geral-38726958

4 – Pode ajudar pessoas com artrite – um estudo do jornal Annals of Rheumatic Disease mostra que ameditação da mente plena diminui o estresse e a fadiga das pessoas com artrite reumatoide.

5 – Pesquisadores da Universidade do Oregon/EUA descobriram que o treino de técnicas de meditaçãointegrando corpo e mente pode resultar em mudanças nas sinapses do cérebro, protegendo contra doenças mentais. A prática da meditação altera a densidade do corpo caloso e a proteção da mielina, na região singular do cérebro.

6 – A meditação nos torna mais focados e zen, porque com sua prática alcançamos um melhor controle do processo da dor e das emoções, especificamente através do controle dos ritmos alpha do córtex, que determinam a maneira e em que sentidos nossas mentes colocarão a atenção, de acordo com estudo no jornal Frontiers in Human Neuroscience.

7 – Pesquisa do Jefferson-Myrna Brind Center of Integrative Medicine/EUA mostra que a meditação da mente plena reduz os sintomas de estresse de mulheres com câncer no seio. Não somente isso, mas testes commeditação e imaginação mostram que ocorrem mudanças positivas no cérebro relacionadas ao estresse, emoções e satisfação.

8 – Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Los Angeles/EUA, descobriram que a meditação da mente plena ajuda a diminuir a sensação de solidão dos idosos que vivem sozinhos, dinamizando o sistema imunológico e diminuindo a expressão dos genes responsáveis por processos inflamatórios.

9 – A meditação diminui o efeito deletério dos resfriados e gripes, segundo pesquisa da Wiscosin School of Medicine and Health/EUA. Pessoas que praticam meditação perdem menos dias em processos de infecções respiratórias, com menos sintomas e duração diminuída.

10 – A meditação diminui a possibilidade de depressão em mulheres grávidas, segundo pesquisa da Dra. Maria Muzik, professora assistente de psiquiatria da Universidade de Michigan/EUA. A meditação da mente plena e yoga fazem a mulher grávida se sentir empoderada e positiva em relação a sua gravidez.

11 – O ato de meditar diminui a possibilidade de depressão entre adolescentes. Estudo da Universidade de Leuven/Bélgica mostra que a meditação da mente plena faz com que os jovens experimentem menos estresse, ansiedade e depressão.

12 – O treino em meditação é considerado excelente como estratégia para ajudar pessoas em processo de perda de peso, segundo pesquisa conduzida por psicólogos para o Consumer Reports and the American Psychological Association.

Meditação para a Paz Planetária –  E se você tivesse um dia no ano em que pudesse elevar sua consciência coletiva, equilibrando sua energia vital e potencializando sentimentos como bondade, amor e paz a toda a humanidade? Então prepare-se para a data de 10 de maio, dia em que se celebra o Wesak (ano novo budista). O Instituto Pranaterapia Botafogo (IPB) celebra este dia com a ‘Meditação Para a Paz Planetária’, conhecida pelos seus praticantes como ‘Meditação dos Corações Gêmeos para a Paz e iluminação’, criada pelo Mestre Choa Kok Sui (MCKS). O evento é gratuito e acontece a partir das 19h30 no Hotel Windsor Florida, no Flamengo. Quem conduz a cerimônia é a diretora do instituto, a psicoterapeuta Elizabeth Ribeiro.

Fonte: MeditaApp 

In the news
Leia Mais