Como os sintomas da Covid-19 aparecem no nosso corpo

Biólogo Atila Iamarino explica como o vírus se multiplica no corpo humano e como isso causa os sintomas característicos da doença

Redação

Febre, tosse, dificuldade para respirar, forte cansaço, nariz congestionado, dor de cabeça e no corpo: o mundo inteiro tem na ponta da língua os principais sintomas do coronavírus, Covid-19. Conhecer melhor o coronavírus é importante para sabermos quais medidas tomar para nos prevenir e também quais caminhos seguir na pesquisa de novas curas e tratamentos, mas como ele se espalha no nosso corpo e de que forma ele afeta nosso organismo. Em mais um vídeo no Youtube, o biólogo Atila Iamarino explica como o vírus se multiplica no corpo humano e como isso causa os sintomas característicos da doença.

Perda de olfato e paladar

Além dos sintomas mais comuns, dois outros  indícios que já vinham sendo observados por médicos e especialistas foram confirmados: a perda do olfato e do paladar. A Sociedade Francesa de Otorrinolaringologia emitiu um alerta, através das redes sociais, apontando que médicos especialistas na área, além de infectologistas franceses, vêm constatando esse sintoma em pacientes contaminados pelo coronavírus. Segundo o órgão, o sintoma relatado pelos infectados é frequentemente associado a perdas ou a alterações do paladar.

Maura Neves, otorrinolaringologista da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia, explica que evidências da Coréia do Sul, Itália e China sugerem que muitos pacientes com a Covid19 aprestaram redução ou desaparecimento do olfato. Na Alemanha cerca de dois terços dos casos tiveram esse sintoma enquanto na Coréia do Sul ocorreu em 30%. Outros países como Irã, Estados Unidos e França relatam achados semelhantes.

Os sintomas de perda de olfato ocorreram antes do inicio dos outros sintomas e em alguns casos foi o único sintoma. “A perda de olfato pode ocorrer em qualquer infecção viral de trato respiratório, em maior ou menor grau. Os relatos aumentados de perda de olfato associadas à pandemia atual e as características de sua ocorrência sugerem que estas pessoas sejam transmissores “saudáveis” do vírus o que ajuda a entender a rápida disseminação da pandemia. Temos muitos contaminados com poucos ou nenhum sintoma!”, explica a médica.

Segundo ela, não há motivo para preocupação caso a pessoa perceba que perdeu o olfato e o paladar. A recomendação para os pacientes em que os sintomas do coronavírus são leves é não sair de casa para não transmitir o vírus. “Se a pessoa perceber que perdeu o olfato, mas está bem, ela deve saber que provavelmente tem o Covid-19 e tem que se isolar. Ir para o hospital não vai fazer diferença para ela, só vai contaminar outras pessoas. Se você percebeu alteração de olfato comunique seu médico!”, orienta.