Solidariedade por toda parte: grupos se juntam para fazer doações contra a fome

Professores de escola de comunidade no Rio, amigos de futebol em São Paulo ou atletas de corridas virtuais: como a solidariedade transforma

Entrega de alimentos a famílias de estudantes de uma escola pública de Alemão: professores organizam agora a quinta campanha (Foto: Divulgação)

Entre os efeitos devastadores da pandemia do novo coronavírus, se destaca o aumento de pessoas abaixo da linha da pobreza no Brasil. A fome, que vinha diminuindo a cada ano no país, voltou a se tornar um problema real na vida de milhares de lares brasileiros, em decorrência da crise econômica. Em 2018 o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrava a marca de 10,3 milhões de pessoas passando fome. Com a pandemia, o número aumenta cada vez mais.

Segundo dados divulgados pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan), 19 milhões de brasileiros passaram fome no último trimestre do ano passado e mais da metade dos brasileiros convive com alguma insegurança alimentar. Paralelamente, surgem por todo o país diversas iniciativas que visam dar suporte para os que mais sofrem neste momento, tentando suprir necessidades básicas como alimentação e higiene.

A solidariedade dos brasileiros está em toda parte, seja entre professores de uma escola pública de comunidade no Rio, entre amigos de um jogo de futebol, entre médicos de São Paulo ou mesmo entre atletas amadores anônimos que, ao aderir a corridas virtuais, podem ajudar famílias que passam fome em diferentes partes do país. E quando o inverno se aproxima e as temperaturas caem, aumenta o grau de empatia do brasileiro: várias campanhas do agasalho já estão em ação.

Neste roteiro de Boas Ações, selecionamos algumas dessas iniciativas solidárias coletivas. Confira abaixo, escolha uma para ajudar e compartilhe:

Professores reeditam campanha para ajudar alunos do Alemão

Diante do recrudescimento da pandemia do novo coronavírus e do baixo valor do Auxílio Emergencial pago a famílias vulneráveis, um grupo de profissionais de educação do Complexo do Alemão volta a se organizar de forma autônoma para conseguir entregar cestas básicas a famílias de estudantes. É a quinta vez que o grupo se mobiliza, desta vez, lançando uma campanha na plataforma Vaquinha, para atingir um número significativo de famílias com doações de cestas básicas.

Uma das colaboradoras é a professora aposentada Nair Rey, que trabalhou por alguns anos na Escola Municipal Alcide de Gasperi. Na primeira ação, em agosto de 2020, foram distribuídas 26 cestas às famílias dos estudantes; no mês seguinte, mais 26; no final de outubro, foi possível ampliar e atender 40 famílias e em dezembro, foram 54 cestas básicas, contendo materiais de higiene, limpeza e alimentação. Desta vez, pelo menos 50 famílias deverão ser beneficiadas. A entrega deve ocorrer até o fim do mês.

Em tempos de pandemia e necessário isolamento social, muitos/as chefes de família ficaram desempregados/as do dia pra noite e essa situação extrema precisa ser sanada o quanto antes. Com um auxílio emergencial de fome, com aumento do valor dos insumos nos supermercados, neste momento (junho de 2021), os cartões alimentação das famílias da rede municipal do Rio inclusive têm sido cortados, o que nos acendeu mais ainda o alerta quanto à necessária segurança alimentar dos nossos estudantes e familiares”, afirma o grupo, na campanha.

Para ajudar a movimentar os pequenos negócios locais e ajudar também os empreendedores do Alemão, o grupo prioriza a compra no comércio local, buscando um valor de cesta que permita atender mais famílias e com menor custo. Em média, o tipo de cesta hoje oscila entre R$ 70 e R$ 80. Quem puder contribuir, o valor mínimo para a contribuição é de R$ 25,00 (valor mínimo exigido pela Vakinha). A campanha é divulgada também nas redes sociais.

As mensagens das famílias agradecendo são sempre um estímulo a continuarmos nessa grande corrente e isso é possível através dessa parceria que construímos nesse período. Continuem conosco nessa quinta campanha e nos ajudem a levar um mínimo de apoio às famílias dos nossos estudantes. Quem tem fome tem pressa!”, destacam os professores, na campanha ao agradecer aqueles que contribuíram pelo site ou através das transferências bancárias.

Médicos arrecadam alimentos e agasalhos em São Paulo

A chegada de junho é prenúncio de temperaturas bem mais baixas na cidade de São Paulo. Para ajudar pessoas em situação de rua, a Associação Paulista de Medicina (APM) realiza a Campanha de Arrecadação de Alimentos, Agasalhos e Cobertores. Lançada no dia 25 de maio, a iniciativa é de caráter exclusivamente solidário: sem fins lucrativos, políticos ou religiosos.

“A Associação Paulista de Medicina sempre teve esse cuidado com o próximo. Onde necessitam, estamos juntos. Fomos ao Haiti, ajudamos vítimas do Tsunami que devastou a costa de oito países no Oceano Índico: Sri-Lanka, Indonésia, Tailândia, Maldivas, Índia, Bangladesh, Miamar e Malásia. Agora, mais do que nunca, nosso olhar é para o Brasil. Juntos aumentamos nosso poderio para enfrentar a crise e superá-la”, afirmam os organizadores.

A meta é arrecadar e distribuir o máximo de alimentos não perecíveis, agasalhos e cobertores às entidades assistenciais selecionadas pela comissão da Campanha, que durará até vencermos a pandemia. A arrecadação é feita de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, à Rua Francisca Michelina 67 (sede da APM/estacionamento), em São Paulo. Mais informações sobre a campanha e doações podem ser obtidas pelo telefone 0800.200.4200 ou pelo e-mail central.relacionamento@apm.org.br.

Amigos de futebol se juntam e levantam quase R$ 2 milhões

Foi com o sentimento de que “precisamos fazer algo” que um um grupo de amigos de futebol se uniu com uma meta: arrecadar 18 mil cestas básicas em 18 dias. A Campanha 1818 terminou com a meta superada. As doações começaram no dia 18 de maio e terminaram com um leilão comandado por Mauro Zukerman, atingindo o valor de R$ 1.976.225,00, para ajudar na causa.

A campanha contou com a mobilização de mais de 1.840 doadores de todas as partes do país, incluindo famosos como Danilo Gentilli, Fábio Porchat, Ana Paula Padrão, Marcelo Taz, entre outros. O valor atingido será convertido em aproximadamente 19.700 cestas, que serão distribuídas entre 6 instituições contempladas: Unibes, Casa do Zezinho, Ten Yad, Oca – Escola Cultural, Lar das Crianças da CIP e ACORDE

Atletas de corridas virtuais podem doar para Ação da Cidadania

Correr a Maratona Virtual também é uma oportunidade de fazer o bem. As inscrições básicas, que custam R 9,90, terão 100% do valor doado para campanha de combate à fome da Ação da Cidadania. Cada real da inscrição representa a doação de um prato de comida e cada R$ 50 uma cesta básica a quem precisa.

A segunda edição virtual da corrida, que integra o circuito de provas online deste ano, surge como uma forma de estímulo à saúde e bem-estar durante a pandemia da Covid-19, quando a recomendação das autoridades sanitárias é evitar aglomerações. Pensando nisso, o evento criou um calendário anual com desafios mensais gratuitos e provas pagas que acontecerão em junho, agosto e outubro.

Maratona Rio: evento virtual que termina nesse domingo doa inscrições para Ação da Cidadania (Foto: Divulgação)

Iniciada dia 3 de junho, a segunda edição virtual da Maratona do Rio termina neste domingo (13). Além das tradicionais provas de 5k, 10k e 21k, este ano também será possível optar pelo desafio de 10k + 21km (totalizando 31km de corrida). Para aqueles que desejam participar, as inscrições ficarão abertas durante todo o período de realização das provas.

As próximas serão em julho: Cine Maratona (desafio virtual gratuito); agosto: Treinão Maratona do Rio 2021 (prova virtual paga); setembro: Setembro Amarelo (desafio virtual gratuito); outubro: Maratona do Rio 2021 (prova presencial e virtual paga); novembro: Consciência negra (desafio virtual gratuito) e dezembro: 2021 tá pago (desafio virtual gratuito).

Como participar – A Maratona Virtual pode ser realizada de qualquer lugar de país, por meio do aplicativo Running Heroes, disponível para downloads nas lojas Apple e PlayStore. Os atletas também terão a possibilidade de complementar a experiência da corrida com kits exclusivos da Maratona do Rio – que podem incluir camiseta, regata ou medalha – e serão enviados aos endereços de cada um, após a conclusão do trajeto.

Os resultados da prova serão divulgados em tempo real na plataforma Running Heroes e disponibilizados na página do evento. Quem participar da edição virtual tem 10% de desconto na inscrição da prova física, prevista para outubro deste ano. Com a prova, a organização segue uma tendência mundial que tem como objetivo propor um planejamento de desafios mensais, gratuitos e pagos, para motivar o treinamento e manter os atletas engajados ao longo do ano.

CAMPANHAS SOLIDÁRIAS

Segurança Presente recolhe doações de agasalho no Rio

Doações para a campanha do agasalho do Segurança Presente Foto: Divulgação)

Este final de semana será o mais frio do ano, de acordo com os meteorologistas. É a hora de separar aquele cobertor e agasalho sem uso e aquecer as noites de quem mais precisa. O Segurança Presente está realizando a campanha “Doe e Aqueça um Coração”, arrecadando agasalhos e cobertores para abrigos que acolhem pessoas em situação de rua.

Todo material arrecadado será encaminhado para instituições parceiras da Operação, que trabalham acolhendo pessoas em situação de vulnerabilidade social, que vivem nas ruas do Rio de Janeiro. As doações podem ser feitas nas bases da Operação até o dia 21 junho.

A Operação Segurança Presente tem atualmente 33 bases nos seguintes locais: Lapa, Aterro do Flamengo, Méier, Lagoa, Centro, Niterói, Leblon, Copacabana, Tijuca, Ipanema, Nova Iguaçu, Laranjeiras, Bangu, Botafogo, Austin, Duque de Caxias, Barra da Tijuca, Recreio, Grajaú/Vila Isabel, Bonsucesso, São Gonçalo, Madureira, Jacarepaguá, Belford Roxo, Queimados, Irajá, São João de Meriti, Magé/Piabetá, Itaguaí, Cristo Redentor, Miguel Pereira, Paracambi e Japeri. 

Campanha do Agasalho da Cruz Vermelha em SP

A 13ª edição da Campanha do Agasalho da Cruz Vermelha São Paulo (CV/SP) já começou e conta com a apresentadora Ticiane Pinheiro como madrinha da ação pelo segundo ano consecutivo. Esta é a 13ª campanha promovida pela instituição, que tem a expectativa de conseguir arrecadar mais de 35 toneladas de agasalhos, cobertores e itens de higiene pessoal e limpeza, de modo a beneficiar cerca de 30 mil pessoas que enfrentam a estação mais fria do ano.

Além de agasalhos e cobertores em bom estado, estão sendo solicitados produtos que possam ajudar as famílias necessitadas durante a pandemia, como itens de higiene pessoal (sabonetes, escovas e pastas de dentes, xampus e condicionadores, álcool em gel e máscaras), alimentos e produtos de limpeza em geral.

Assim como ocorreu em 2020, a campanha tem características especiais para a prevenção contra a Covid-19. Os itens usados, como roupas e cobertores, ficarão armazenados em uma espécie de “quarentena” até serem encaminhados para as 118 Ongs cadastradas junto à entidade para o recebimento das doações. No ano passado, em meio aos desafios enfrentados por conta da pandemia, as arrecadações totalizaram 31 toneladas e foram distribuídas entre mais de 30 mil pessoas.

Os mais de 600 condomínios da BBZ Administradora na capital disponibilizarão centenas de caixas de coleta entre moradores. Haverá, ainda, pontos de doação em farmácias das redes Droga Raia e Drogasil, além dos Shoppings Iguatemi, JK Iguatemi, Pátio Higienópolis e Market Place. Para saber onde estão localizados os pontos de arrecadação, basta acessar este site ou checar no próprio site da Cruz Vermelha

Como ajudar a levar comida para mais de 650 famílias carentes

A campanha “Somos a Soma” da Pró-Saúde, entidade filantrópica criada há 50 anos, visa arrecadar recursos financeiros, por meio do site Benfeitoria, para a compra de cestas básicas, que serão entregues para mais de 650 famílias de crianças carentes, atendidas nos quatro Centros de Educação Infantil gerenciados pela Pró-Saúde na zona Leste da cidade de São Paulo. 

Doações, de qualquer valor, podem ser feitas até o dia 30 de junho, por meio do link. Basta clicar na opção “APOIAR”, na coluna à direita, e depois seguir os passos de login e dados de pagamento. De forma rápida e simples, você nos ajuda a levar comida para a mesa de quem mais precisa. Para saber mais sobre a campanha, conhecer o trabalho realizado e acompanhar todos os passos da campanha (inclusive a entrega dos alimentos), acesse o site.   

Com Assessorias

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais