‘Temos vagas’: pandemia aquece mercado da saúde

Rio oferece 5 mil vagas, com salário que chega a R$ 15 mil. Empresas de TI recrutam profissionais de saúde para hospitais

Redação

Com médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde precisando se afastar das atividades por serem de grupos de risco ou por terem se contaminado com o novo coronavírus, aumenta a necessidade de contratação temporária nos hospitais. A Prefeitura do Rio, por meio da RioSaúde, está contratando mais de 5 mil profissionais para enfrentar a epidemia de covid-19 nas redes municipal, federal e universitária.

São desde vagas diretas para os hospitais de referência no tratamento da doença, até postos para outras unidades da rede, como reposição dos funcionários que precisarem se afastar do trabalho por licença médica ou por fazerem parte dos grupos de risco. Os contratos são por tempo determinado, enquanto durar a crise causada pelo novo coronavírus.

Devido ao afastamento de alguns profissionais por licença médica (por infecção pelo coronavírus ou outros motivos) ou por fazerem parte dos grupos de risco (maiores de 60, portadores de doenças crônicas e gestantes), as equipes estão desfalcadas e precisam de reforço”, reconhece a prefeitura, em nota. Um estudo da UFRJ mostrou que pelo menos 7,5% dos profissionais estão afastados no Rio.

Inicialmente, os profissionais contratados para a linha de frente do enfrentamento à covid-19 estão sendo alocados no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, primeira referência da rede municipal. A unidade tem capacidade para 381 leitos, dos quais 182 serão de UTI adulto e 19 de UTI pediátrica.

Além do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, e o Hospital de Campanha, no Riocentro, a Prefeitura fornecerá recursos humanos  para o Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) e o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (Hospital do Fundão). São vagas para médicos de diversas especialidades, com vencimentos que chegam a R$ 15.693,95 (conforme carga horária), mais benefícios.

A RioSaúde também oferece oportunidades para outros profissionais da área assistencial, como enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas com experiência em UTI, fonoaudiólogos, assistentes sociais, farmacêuticos, além de funcionários de apoio. As inscrições para todos os processos seletivos estão disponíveis a partir do link http://prefeitura.rio/rio-saude/processo-seletivo/

Profissionais podem escolher unidade de preferência

O hospital de Acari é também o principal centro de capacitação profissional para os cuidados da doença. Quando necessário, a Prefeitura acionará também o Hospital de Campanha da rede municipal, com 500 leitos, que terá uma equipe mesclada entre profissionais já treinados no Ronaldo Gazolla e outros contratados diretamente para atuar no Riocentro.

Pelos processos seletivos abertos no site da RioSaúde, já é possível os profissionais, entre médicos e outras categorias, assinalarem a unidade de sua preferência, entre o Ronaldo Gazolla, o Hospital de Campanha, o Hospital do Fundão e o Federal de Bonsucesso. Profissionais de algumas categorias, como técnicos de enfermagem, que já se inscreveram no processo seletivo exclusivo para o hospital de Acari, mas ficaram acima do número de vagas oferecidas, serão convidados a migrar para os novos hospitais incluídos na seleção.

Reforço em outras unidades da rede

A RioSaúde também está contratando profissionais para outras unidades da rede, para reforçar e repor as equipes durante a epidemia do coronavírus. São vagas, por exemplo, para os hospitais maternidade Carmela Dutra, Fernando Magalhães e Herculano Pinheiro e para o Hospital Municipal Jesus, entre outros, que não são referência para covid-19. Nesses processos, já há vagas abertas para enfermeiros, técnicos de enfermagem e médicos neonatalogistas.

No interior do estado, a Prefeitura de Macaé também acaba de convocar os aprovados na contratação emergencial de profissionais de saúde. Foram ofertadas 70 vagas, sendo 15 para médicos, 15 para enfermeiros, 10 para fisioterapeutas e 30 para técnicos de enfermagem.

Hospitais de São Paulo estão com vagas

O Hospital 9 de Julho e o Hospital Santa Paula, pertencentes à Rede Ímpar, estão ampliando sua equipe para atender à demanda provocada pela disseminação do coronavírus. As contratações têm como objetivo garantir mais saúde e segurança aos pacientes que procurarem atendimento nas unidades.

Há vagas para profissionais de diferentes áreas, como técnicos de enfermagem, enfermeiros, recepcionistas e atendentes. As contratações são temporárias para atuar na cidade de São Paulo. Quem quiser se candidatar deve acessar o site www.hospitaisredeimpar.com.br e realizar o cadastro na área “Trabalhe conosco”. Todo o processo de seleção está sendo conduzido à distância e o contato é feito por e-mail ou telefone, sem necessidade de deslocamento dos candidatos.

Empresas de tecnologia recrutam para 600 vagas

Em alerta por conta da pandemia causada pelo Covid-19 e, principalmente, da demanda do sistema de saúde, empresas de tecnologia focadas em processos de RH  por meio de inteligência artificial se juntaram para ajudar diversas instituições do setor de saúde a resolver um importante problema: a seleção e contratação de profissionais para atuar no enfrentamento à pandemia. Juntas, elas agilizam a contratação de profissionais como médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas e técnicos em enfermagem, que pode ser feita em até 24 horas.

Jobecam, plataforma de empregos e entrevistas que usa tecnologia de vídeo e IA, se aliou à Gupy, startup de recrutamento e seleção de candidatos, e  à Acesso Digital, especializada em reconhecimento facial e admissão online, para criar o movimento “Contratando pela Saúde”. As empresas disponibilizam seus serviços de recrutamento e seleção e admissão gratuitamente a hospitais e profissionais. O movimento “Contratando pela Saúde” está disponível desde 30 de março pelo site.

De acordo com a Jobecam, já são mais de 600 vagas, incluindo posições para fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e médicos. Os profissionais interessados em preencher as posições devem acessar o site http://www.jobecam.com, onde é possível realizar as candidaturas e gravar as entrevistas, otimizando assim o processo e garantindo a segurança demandada no momento.

Plataforma reúne 3.900 vagas em todo o país

A Connekt conta com mais de 200 mil currículos de profissionais das áreas da saúde hospitalar. Além dos editais abertos pelas próprias secretarias regionais de saúde, a Connekt reúne mais de 3.900 vagas em todas as regiões do país, maioria para as regiões Sudeste e Nordeste. Empresas que desejam utilizar a plataforma gratuitamente. Para se candidatar ou avaliar as vagas e os requisitos exigidos, os interessados podem acessar aqui.

A plataforma inteligente de recrutamento digital oferece de forma gratuita todas as as suas funcionalidades durante um  mês. Dentro da Connekt, as empresas podem abrir vagas e ordenar toda a jornada do candidato, é possível incluir testes online e entrevistas em vídeo. Além disso, a admissão pode ser feita no modelo digital, por meio de uma parceria com a startup ÚnicoRH. De acordo com a empresa, ambos os processos seguem as recomendações sobre distanciamento social, divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Empresas que buscam médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares do setor de saúde, sejam hospitais, laboratórios e até drogarias ou ainda, supermercados, de qualquer região do Brasil, têm direito a um mês de uso gratuito da nossa plataforma. Além disso, os candidatos têm, em um só lugar, as vagas disponíveis para cada perfil “, afirma Celson Hupfer, CEO da startup.

Prioridade a hospitais com maior demanda

Hospitais podem se inscrever pelo link, solicitando atendimento da plataforma Gupy. Todos os pedidos vão passar por uma triagem, dando prioridade a hospitais com maior demanda. A equipe da start-up ajuda  a entidade hospitalar a desenhar todo o processo de seleção: desde a abertura de vagas na plataforma até o manuseio e gerenciamento da ferramenta. Com a ajuda da Gaia, inteligência artificial da Gupy, os hospitais terão mais agilidade para encontrar o candidato ideal para a vaga.

Após a etapa de seleção, a Acesso Digital vai disponibilizar aos hospitais o uso do AcessoRH, que permite que os candidatos selecionados enviem os documentos para admissão pelo smartphone, sem que precisem se deslocar até a empresa. De forma rápida e segura, a ferramenta faz a validação dos dados e qualificação no e-Social.

Com Assessorias