Contra a fome: doações de cestas básicas incluem máscaras e até livros

Ação da Cidadania inclui quatro máscaras em cestas doadas no Rio. Já Magalu oferece dois livros em cada uma das 1 mil cestas doadas

Ação da Cidadania leva cestas básicas com quatro máscaras para cada família (Foto: Divulgação)

Os efeitos da pandemia de Covid-19 vão além do sistema de saúde. Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva aponta que faltaram alimentos para 76% dos moradores de favelas nesse período. As ações para ajudar quem mais precisa se espalham pelo país. Desde a última sexta-feira (16), mais um item começou a fazer parte das cestas básicas que estão sendo entregues às famílias em insegurança alimentar da cidade do Rio de Janeiro. Além dos alimentos, a Ação da Cidadania passou a disponibilizar quatro máscaras por cesta, com apoio da Prefeitura Municipal.

Ao todo, serão 100 mil unidades distribuídas de forma escalonada, conforme as cestas forem saindo do Galpão da ONG, localizado na Praça Mauá – região central da capital carioca. Elas serão entregues às famílias pré-selecionadas pelos comitês locais. Cada um receberá 1 mil máscaras para distribuí-las em 100 toneladas de alimentos. As primeiras comunidades já contempladas são Realengo, Campo Grande, Ilha do Governador, Vidigal e Vila Valqueire.

Já a Magalu, plataforma digital de varejo, decidiu comemorar esse Dia do Livro (23 de abril) de uma maneira diferente. Distribuirá 1.000 cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade, contendo, além de alimentos, livros de autores brasileiros e internacionais. Cada cesta contém duas obras: uma voltada para o público adulto e outra para crianças e adolescentes. A iniciativa é uma forma de estimular adultos e crianças a ler, uma atividade essencial para o  desenvolvimento individual.

Entre os livros selecionados estão clássicos da literatura, como Dom Casmurro, de Machado de AssisA Revolução dos Bichos, de George OrwellOu Isto ou Aquilo, de Cecília Meirelles, além de obras infantis consagradas, como O Menino Maluquinho, de ZiraldoMarcelo Marmelo Martelo, de Ruth Rocha, Pluft, o fantasminha, de Maria Clara Machado, e O Meu Pé de Laranja Lima, de José Mauro de Vasconcelos.

Reforço de mais 60 toneladas de alimentos

Doações das Americanas e Ame Digital para a Ação da Cidadania (Foto: Divulgação)

Desde que começou a campanha Brasil Sem Fome, em fevereiro de 2021, a ONG Ação da Cidadania já ajudou quase 1,5 milhão de famílias no Acre, no Amazonas, no Pará, em Alagoas, na Bahia, no Maranhão, no Rio de Janeiro e em São Paulo. O socorro foi feito com a entrega de mais de 350 mil cestas básicas, o equivalente a 3,5 milhões de quilos de alimentos.

As Lojas Americanas anunciaram que 6 mil famílias que fazem parte das redes dos comitês da Ação da Cidadania receberão nos próximos dias 60 toneladas de alimentos. Além das doações, a Americanas e a Ame Digital vão usar a força de seus apps para incentivar os clientes a doarem para a campanha. Desde 2018, a Americanas doou o correspondente a mais de 500 mil toneladas de alimentos para a ONG distribuir para famílias em todo o país.

A nova doação e a campanha da Ação da Cidadania chegam em boa hora para as famílias e para a entidade de combate à fome, que viu suas doações despencarem em quase 90% nas cotas mensais, em comparação aos meses de 2020. No ano passado, a ONG comprava e distribuía perto de 80 mil cestas por mês. Agora, esse volume caiu para 8 mil cestas mensais.

Mais de 470 mil toneladas de alimentos doados

Ainda no início de 2020, o Magalu e as famílias Trajano e Garcia, controladoras da companhia, se comprometeram publicamente a doar 50 milhões de reais para o enfrentamento à Covid-19. Desde então, mais de 24 000 cestas básicas foram entregues, totalizando mais de 470 toneladas de alimentos.

Também foram doados 8 640 colchões e travesseiros e mais de uma centena de equipamentos hospitalares, como monitores cardíacos e respiradores. O Magalu também fez um aporte de 5 milhões de reais para a construção da fábrica de vacinas do Instituto Butantan, em São Paulo, e se uniu a outras 13 empresas brasileiras na doação de mais de 5 mil concentradores de oxigênio.

Shoppings querem recolher 150 milhões de toneladas de alimentos

A Multiplan anunciou a doação de 150 toneladas de alimentos que  serão destinadas a mais de 100 organizações que atuam no combate à fome nas dez cidades onde a companhia está presente. Serão montadas 10 mil cestas básicas para a campanha #tamojuntonaluta do Transforma Brasil. Com a doação, a Multiplan dá o pontapé inicial em sua campanha “Alimente o Bem”, que vai arrecadar alimentos em todos os 18 shoppings administrados pela empresa.

A campanha faz parte do Multiplique o Bem, hub de iniciativas sociais da Multiplan e seus shoppings, e as doações coletadas serão entregues a diversas instituições que estão situadas em regiões próximas aos empreendimentos. Para a campanha, os shoppings Multiplan criaram postos de coleta de alimentos não perecíveis e cestas básicas, respeitando os decretos de funcionamento estaduais e municipais de cada região. Será possível contribuir diretamente nos pontos de arrecadação criados dentro de cada shopping.

No Rio de Janeiro, a ação acontece no SAC do BarraShopping (nível Américas) ou no Lounge MultiVocê (nível Lagoa, próximo à Portaria I); no SAC do VillageMall; e na entrada principal, em um ponto em frente ao Supermarket e na academia SmartFit no ParkShoppingCampoGrande. Além disso, o público pode contribuir nos dias da campanha de doação de sangue, realizada em parceria com o Hemorio, que acontece nos dias 28 de abril no BarraShopping e 29 e 30 no ParkShoppingCampoGrande.

Hospital arrecada doações até dia 24

O Hospital Universitário Evangélico Mackenzie (HUEM) arrecadou no último sábado (17), durante a live Solidária A Fome Não Espera, transmitida pelo canal da TV Mackenzie no YouTube, mais de 60 cestas básicas que serão distribuídas para famílias de pacientes com Covid-19, pessoas com câncer e outras famílias cujos provedores estejam internados ou, infelizmente, foram a óbito.

As doações de alimentos e itens de higiene pessoal podem ser feitas até este sábado (24) na sede do Hospital ou na Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná (Fempar). Voluntários recebem as doações na portaria 1 do Hospital no sistema drive-thru. Cestas básicas e produtos de higiene são recebidos com toda a segurança sanitária, seguindo protocolos de distanciamento, para evitar riscos de transmissão do coronavírus.

É também possível fazer sua doação pelo PIX – CNPJ 00.288.948/0001-94 – VIA APIA ALIMENTOS EIRELI, até o dia 24 de abril, contribuindo com uma cesta básica de R$ 48,00 ou R$ 66,00.Para conhecer as ações acesse este link.

Inscrições para apoio a projetos sociais voltados à pandemia

Terminam na quinta-feira (26) as inscrições de projetos sociais para participar da seleção “Reações que Transformam”, promovida pela Unipar, empresa de produção de cloro, soda e PVC. Os selecionados receberão patrocínio da companhia para dar continuidade às suas ações durante o ano de 2021.

Excepcionalmente neste ano, a Unipar selecionará também projetos sociais com ações para o enfrentamento e mitigação dos impactos sociais causados pela Covid-19. Os interessados em participar poderão inscrever seus projetos em duas frentes: prevenção e mitigação, e retomada.

Na frente Cvoi-19, serão destinados recursos próprios para até 12 ações, com aporte entre R$ 15 mil a R$ 20 mil para cada, desde que tenham duração mínima de um mês e máxima de três meses. Na frente retomada, a seleção irá apoiar projetos na cidade de Cubatão voltados a ações socioeducativas, geração de renda e capacitação com valores de até R$ 100 mil de recursos oriundos das leis de incentivo fiscal vigentes.

A quantidade de projetos finais a serem selecionados é determinada pela avaliação dos documentos recebidos na inscrição, tendo como base os critérios indicados no procedimento “Reações que Transformam – Seleção 2021”. A iniciativa faz parte dos esforços da Unipar para apoiar e contribuir para o desenvolvimento das comunidades em que está inserida.

Além do patrocínio aos projetos sociais inscritos na seleção, a Unipar já investiu, ao longo dos últimos 12 meses, mais de R$ 17 milhões e doações para auxiliar no combate ao coronavírus. Informações e inscrições pelo site https://www.unipar.com/

Com Assessorias

In the news
Leia Mais